Se o PT fosse mais PT

Eu não sou especialista em política. Mas é possível, a todo aquele que se disponha, entender um pouquinho do que se passa em nosso país nessa questão. Pequenos períodos de democracia, mistura do setor público com o privado. Nas últimas décadas, uma ditadura militar, opressão por parte do regime, um povo que se organiza. Operários, artistas, intelectuais, centrais sindicais. Faz-se então a democracia. Um "presidente da esperança", antes primeiro-ministro no governo João Goulart. Uma morte, decepção. 

Uma estrela. Esta já brilhava nas fábricas, nos sindicatos. Brilhava forte, vermelha, ao lado de outros feixes vermelhos da luz da igualdade. Será agora? Virá a igualdade? Um sistema. Séculos de existência. Um garoto propaganda desse sistema. Mídia, campanha, sorrisos. Não era agora. 

Ainda mais duas vezes, e nada. Nada da esperança, nada da igualdade. Uma quarta vez, e enfim, a estrela brilha. Um operário. Esperança, mudanças? E o sistema? Bater de frente? Conviver com ele, aliar-se a ele? Então está bem. Como funciona? Tem um malote? Mas é assim? Quanto pra cada? Não dá nada?

Caíram. Não entenderam o sistema e caíram. Uma coisa é estabelecer sua política, ou politicagem. Bem diferente de fazer a politicagem do outro. Principalmente quando você é indesejado. E nem estou discutindo certo ou errado. Confiar no inimigo? No jogo do inimigo? Sinceramente, não dá. Você confia no sistema, esquece seus ideais, e cai numa arapuca. 

Não tente ser o que não é. Por incrível que pareça, o sistema te mostra novamente o seu lugar, quem está do seu lado, e por quem você tem que correr. Lembra que você só está no poder porque ele permitiu. E é isso. Talvez o que mais tenha faltado nos governos do PT, tenha sido justamente o "ser PT". Talvez apenas um pouco mais. É claro, e bem provável que se isso ocorresse, o patido jamais chegaria ao governo. Mas talvez uma carga de tinta vermelha, poupasse muita gente de ver a mídia discutir o enxoval dos mensaleiros, ou a jornalista dar risada dos petistas, enfim.

Bruno Oliveira

Um comentário:

  1. Boa noite! Tenho interesse em troca de banners. Se tiver interesse por favor me responda.
    Se já recebeu essa mensagem, por favor desconsidere!
    Grato,
    Anderson - www.curiosolinks.com.br

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.